sábado, fevereiro 17, 2007

A massagem...

O documentário de Túlio Bambino vai ser exibido hoje na Mostra do Filme Livre do Rio de Janeiro, numa sessão dedicada a filmes de temática sexual. Só o filme deste realizador está relacionado com o universo BDSM. Retirei esta imagem do filme:

Receber uma massagem nos pés não é um privilégio a que só acedem as Dommes. Haverá alguma mulher que não goste de receber uma boa massagem? Mesmo numa relação baunilha a massagem dos pés é – ou deveria ser – um bom momento a dois. Então o que distingue este acto quando é praticado numa relação FemDom? Arriscaria a dizer que nada. Na verdade, o homem que decide massajar a sua companheira está a realizar aquilo que um submisso procura fazer: dar prazer à sua companheira. Seja ou não submisso o homem tem de se esmerar. Pode-se dizer que numa relação FemDom é a Domme que ordena que lhe seja feita uma massagem nos pés. Mas será mesmo necessário? A massagem pode ficar instituída como uma das tarefas que o submisso terá de realizar sem ter uma ordem expressa.

Mais do que rótulos o que conta é a intensidade e o prazer com que os dois partilham este gesto. Claro que numa relação baunilha o homem dificilmente irá pedir que a massagem seja apenas o primeiro passo num caminho de devoção e submissão. E será que a Domme vai massajar os pés do submisso? Talvez o faça com os saltos altos :p

Etiquetas: , , ,

9 Comments:

Blogger Domina Dominium said...

Quem nao gosta??? hmmm...

Eu gosto do privilégio!!! E da ideia dos saltos também!!

;)

9:17 da tarde, fevereiro 18, 2007  
Blogger sub71 said...

;)

E eu gosto de dar à Domme estes mimos e todos os privilégios...

...sou assim e adoro!!!

Kiss

11:09 da tarde, fevereiro 18, 2007  
Blogger Foxylady said...

Ui é uma delicia...adoro... Às vezes são me permitidos esses luxos....

12:34 da manhã, fevereiro 23, 2007  
Blogger sub71 said...

:p

A ideia de permissão é das mais caras aos subs. Ter o nosso prazer nas mãos da Senhora ou do Senhor...

...é delicioso.

Kiss

3:19 da tarde, fevereiro 25, 2007  
Blogger bound[N] said...

Ehehh, confesso que depois de ler o texto todo.. este ultimo pensamento me fez logo esquecer tudo outra vez!;p

Esqueci.. mas quando a Dona tira o salto, tudo é relembrado e de novo posto em práctica.. adoro massagens!:)

E nos pés, embora nao seja exclusivo do bdsm como o texto diz, admito que a mim me dá um especial prazer nao só o acto, mas tambem o jogo, a envolvencia e a simbologia que este contem ;)

Abraço

1:52 da manhã, março 03, 2007  
Blogger Vanderdecken said...

Não sei se para uma escrava é luxo ou não o Dono dar-lhe banho, secá-la cuidadosamente, passar-lhe creme no corpo, escovar-lhe o cabelo...
Mas que muitas vezes é um prazer para o Senhor, lá isso é!

6:30 da tarde, março 04, 2007  
Blogger sub71 said...

bound,

Como a Nefer afirma: "quem não gosta de massagens?"

E concordo com a parte final. Afinal de contas não é a envolvência e intimidade que todos procuramos, seja no BDSM ou no mundo baunilha, com ou sem massagens?

Abraço

12:08 da manhã, março 05, 2007  
Blogger sub71 said...

Vanderdecken,

Bem-vindo a este espaço. Quer seja o Dominador, quer seja o submisso, todos procuram o seu prazer e o do parceiro. Simplesmente esse caminho é por vezes antagónico. Aquilo que um quer infligir, quer o outro sentir.

Mas a massagem é um dos mimos que se presta aos dois sentidos. Quer a Domme, quer o sub podem desejar o mesmo. Dar e/ou receber a massagem. Mas no último momento a Domme pode preferir mesmo “utilizar” os saltos altos e o sub continua feliz :)

Abraço

12:11 da manhã, março 05, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Voçes gostaram de saber que a esposa de um dos nossos ja adptos descobriu tudo sobre esta paixao do marido pois as amantes subs tiveram a coragem de enviar toda a carrespondencia deles e...
agora ela que é gostosona tambèm vai entrar nessa OOOOBBBBBBAAAAA
Vou comer ela por primeiro

5:11 da tarde, novembro 20, 2007  

Enviar um comentário

<< Home